Violência contra mulheres nos livros didáticos: o ensino de História como tecnologia de gênero


Nessa Live a Profa. Susane de Oliveira (UnB) é convidada pela psicóloga Profa. Valeska Zanello (UnB) para falar de sua pesquisa de pós-doutorado sobre as representações de violência contra mulheres nos livros didáticos de História aprovados no PNLD de 2018 para o Ensino Médio.

São discutidos a História e seu ensino como tecnologias de gênero. Tecnologias de gênero são produtos culturais que não apenas retratam diferenças de representações, valores e ideais gênero, como também incitam, reiteram, reafirmam esses mesmos valores, favorecendo formas gendradas de subjetivação. Segundo Judith Butler, a História, como construção narrativa, é uma projeção das categorias do presente no passado, para justamente justificar esse presente. A construção da memória é algo muito importante, pois fornece uma ancoragem identitária para as pessoas. Como transformar o presente que é (e que parece ter sido sempre dessa forma, dependendo de como é contada a História) em UMA possibilidade dentre outras? É preciso pensar histórias dos possíveis. Recontar a história é abrir novas formas de existir.


As publicações da Profa. Susane de Oliveira podem ser acessadas em: https://brasilia.academia.edu/SusaneOliveira



26 visualizações

Laboratório de Ensino de História

Universidade de Brasília

Departamento de História

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now